Equilíbrio para Mulheres Empreendedoras

Equilíbrio para Mulheres Empreendedoras
março 6, 2018 Andréia Monteiro
Foto de mulher empreendedora

Olá empreendedores, que alegria estar com vocês aqui.

Para estrear aqui no blog, escolhi um tema desafiador para quem é mulher, mãe e empreendedora. Começo esse texto com uma palavra mágica: Equilíbrio! Algo tão procurado pelas mulheres e o maior desafio das mães modernas.

Com as mudanças de costumes da sociedade, ser mãe atualmente significa lidar com muitas situações que as mães do passado não enfrentavam: cada vez mais multitarefas, a mulher de hoje é profissional, esposa, mãe, dona de casa e tem uma vida social ativa. O grande desafio é desempenhar de forma equilibrada tantas atividades. E embora não exista uma receita mágica, sabemos que muitas mulheres já chegaram lá.

Quando a mulher escolhe, ou precisa, conciliar essas duas atividades em sua vida ela tem que vencer três grandes desafios:

Vencer o sentimento de culpa

O simples fato de deixar o filho com alguém ou na escolinha enche a mulher de culpa. Para ser mãe e profissional você precisará passar por muitas situações que não gostaria, mas é preciso entender que são necessárias e que você não deve se culpar por isso.

Gerir bem o tempo

Administrar o tempo é fundamental para conciliar a vida de mãe e profissional. É interessante ter uma agenda para controlar todas as tarefas, e sempre que possível se organize para antecipar suas atividades. Trabalhe com prioridades.

Descentralizar as atividades

Quanto mais tarefas você centralizar, menos tempo terá.

Para ajudá-las, selecionei algumas sugestões que lhe auxiliarão nessa trajetória de ser mãe e ao mesmo tempo construir uma trajetória profissional bem-sucedida.

  • Nunca anular-se. Não esqueça de si própria e de suas vontades. Você precisa estar bem para que seu filho(a) fique bem também.
  • Pratique o desapego. Acredite: seu filho(a) não vai te amar menos se você deixá-lo conviver com outras pessoas. Isso é bom para a socialização dele(a).
  • Traga seu companheiro (e/ou pessoas de confiança) para junto de você. Deixe que ele participe de todos os momentos. Que vivencie o cuidado com a criança. Deixe que ele pratique, mesmo que do jeito dele.
  • Dedique tempo de qualidade ao seu filho, isso é muito mais importante que a quantidade. O importante é estar realmente presente com qualidade e participar da vida dele(a), mesmo que você ache que não é o suficiente.

E por último, lembre-se: aceite que você não é uma super-mulher. Você será a melhor mãe e a melhor profissional que conseguir. E por mais difícil que seja, com amor e disposição tudo é possível!

2 Comentários

  1. Alan Marcos 12 meses atrás

    Muito bom este tema e o conteúdo é maravilhoso. Eu acredito muito na força das mulheres nos negócios.

  2. Sayure D. Santos 2 meses atrás

    Muito bacana seu post, irei acompanhar as novidades deste Blog. Este tipo de assunto tem me ajudado bastante, confesso. Gratidão!

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*