Profissões desaparecendo, novas surgindo

Meu avô me contou, no seu último ano de vida, como ele iniciou sua trajetória profissional. No início de sua adolescência, saiu da zona rural e foi morar no centro de Joinville, para trabalhar de jardineiro para uma família...

Meu avô me contou, no seu último ano de vida, como ele iniciou sua trajetória profissional. No início de sua adolescência, saiu da zona rural e foi morar no centro de Joinville, para trabalhar de jardineiro para uma família. Em seguida, foi morar no sótão de um açougue, onde trabalhou por vários anos, até ir para o exército onde serviu como açougueiro. Depois passou a trabalhar de taxista, profissão que exerceu até que sua saúde e disposição permitiram. Não teve a oportunidade de estudar. Não fez teste vocacional. Não pôde pesquisar no Google quais as profissões mais adequadas ao seu perfil comportamental.

A geração depois dele teve mais oportunidades, e normalmente tinha como objetivo fazer carreira em alguma grande empresa que lhe proporcionasse uma remuneração adequada e estabilidade.

Hoje estamos em um mundo de muitas oportunidades e muitas mudanças. Beirando à quarta revolução industrial esperada através do blockchain* e de outras tecnologias disruptivas, profissões tradicionais estão desaparecendo, produtos e serviços estão ficando obsoletos, e novas profissões, novos produtos e serviços estão surgindo.

Não tem volta. E não há o que temer. As mudanças trazem muitas oportunidades para quem está preparado. O negócio é estar antenado. É se antecipar.

Como profissionais, precisamos estar atentos às novidades, adquirir novos conhecimentos, desenvolver habilidades. E como empreendedores, devemos ficar antenados nas tendências, para criar novos produtos ou serviços, investir em novos negócios, diversificar. Não ficar descansando na zona de conforto, para, se ficar desempregado ou se sua empresa ficar obsoleta, passar para a zona de desespero.

Gosto de incentivar as pessoas. Tem um emprego pela CLT? Que tal abrir um negócio para gerenciar nas horas vagas? Você pode aproveitar os excelentes serviços dos escritórios virtuais, como os da JBC Escritórios Virtuais e do XYZ Coworking, de Joinville, que dão total suporte de estrutura, regularização de endereço, salas de reuniões, equipamentos para filmagem, e atendimento telefônico com envio de recados por e-mail, e criar o seu negócio.

Idéias? São muitas: Elaborar um curso on-line, projetar um aplicativo que solucione alguma questão do cotidiano, abrir uma loja virtual, dar cursos presenciais, prestar consultoria, representar um novo produto, ou qualquer outra coisa que faça sentido para você, e que se encaixe na nova economia.

Já é um empreendedor? Que tal abrir mais um negócio? Você enxerga problemas na sociedade carentes de solução? Que tal buscar uma solução para eles, e transformar isto em um negócio?

Crie, inove, invente.

*No XYZ Coworking/JBC temos um meet-up com entrada gratuita, sobre Blockchain, a cada 2 semanas. Acompanhe a agenda em https://www.facebook.com/digaxyz


Rute Pogan Marquardt
Proprietária da JBC Escritórios Virtuais e XYZ Coworking. Foi co-fundadora de empresa de injeção de plásticos e de uma cafeteria. Com seu esposo, criou e apresentou um programa de TV local, por 4 anos, no qual apresentavam histórias de superação humana viajando por 25 países do mundo.